Tweetar

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

AVATAR

Subversivo que sou, somente hoje assisti à Avatar. Produção fantástica, efeitos computadorizados quase que perfeitos! Bom, isso você já sabe... Agora, com todo o respeito, achei o conteúdo um festival de clichês, metáforas de outras estórias infantis onde o mocinho se apaixona pela filha do chefe, e outras guerras onde o Tio Sam participou, como Vietnã e Iraque...
Mas, no fundo no fundo, acho que a maior mensagem foi mesmo ao Oriente Médio, onde uns lutam com potentes e modernas armas bélicas; enquanto outros, lutam com algumas pedras. Será que foi por isso que não ganhou o Oscar?


Nenhum comentário: